Quais habilidades um profissional precisa ter? O que você considera mais importante? Nesse artigo vou te falar o que o mercado considera importante.

Primeiro quero saber o seguinte… Você viu o artigo anterior da “minissérie” sobre “LER as indiretas em um texto”? Então, corre lá e leia, porque o texto de hoje complementa o que abordei na semana passada. Combinado?  

Como você já sabe LER, vou te mostrar o que fazer para ESCREVER, tudo com letras maiúsculas, lembra? 

Primeiro quero que você pense… O que você considera escrever? Escrever até uma criança que está na pré-escola sabe, não é verdade? Então o que um profissional precisa para ESCREVER?

Alguma vez você escreveu alguma coisa no trabalho, seja no e-mail, apresentação etc, que o receptor não entendeu e pediu para que você explicasse melhor? O que acha que faltou no seu texto? Como você poderia ter abordado o assunto?

Um texto, para ser eficaz, precisa de: objetividade, clareza e planejamento. É isso mesmo, planejamento! Muitos profissionais me questionam quando falo sobre o planejamento, porque eles nunca pensaram que, para escrever um texto, precisassem disso. E vou te contar uma coisa… o Planejamento é o segredo para ESCREVER com letra maiúscula! Vou te explicar o porquê.

É possível fazer uma viagem sem organizar uma mala? Sim, é possível! Mas você terá que comprar roupas, sapatos, itens de higiene etc quando chegar lá e vai perder muito tempo do seu passeio com isso, não é verdade? 

Com o texto é a mesma coisa! Você pode escrever sem planejar, mas terá que corrigir e ajustar o texto depois de pronto, o que vai tomar muito tempo seu, concorda? 

Então, planeje o que irá ESCREVER!

Qual assunto você vai abordar? Quais são os argumentos e dados que vai apresentar? Para quem será enviado ou apresentado o texto? Reúna informações sobre o texto que precisa ESCREVER.

Depois disso, pense na objetividade. Muitas pessoas acham que ser objetivo é ir direto ao assunto, mas é mais que isso. Envolve evitar subjetividade no texto, ou seja, opiniões exageradamente pessoais. Objetividade tem a ver com se ater aos fatos, e eliminar o máximo possível “achismos” e impressões subjetivas. 

Quer um exemplo?

Se falamos que “o café está quente”, isso é extremamente subjetivo. O que é quente para alguns pode ser morno para outros e vice e versa.

Usar números e informações científicas é uma forma interessante de deixar seu texto objetivo, isso é, baseado em fatos em vez de opiniões subjetivas.

Mas, no ambiente corporativo, o tempo é muito valorizado, então não faça textos enormes que não falam nada com nada. Pense que seu receptor tem muitos e-mails e apresentações para ver e precisa otimizar o tempo. Ou seja, busque a objetividade nos dois sentidos: evitar a subjetividade exagerada e ir direto ao ponto. Combinado?

Agora é hora de pensar na clareza! A clareza e a objetividade andam de mãos dadas, as duas são essenciais na hora de ESCREVER um texto que seja de fácil entendimento e que não deixe nenhuma dúvida. 

“Mas como faço isso, Laila”? É fácil! Escolha as palavras que você vai utilizar no seu texto e organize suas frases. É agora que você pensa… “É fácil para você, né, Laila!” Rs

Calma, vou te explicar como fazer isso.

  • Construa um texto com estrutura, dê uma ordem ao conteúdo, separe as informações de forma que facilite a visão geral do texto; 
  • Evite o uso excessivo de elementos de destaque como: caixa alta, negrito e sublinhado;
  • Apresente as ideias de forma lógica e objetiva;
  • Evite o uso de gírias, ditados, expressões, palavras ambíguas e termos técnicos; 
  • Elimine detalhes irrelevantes no texto; 
  • Evite a repetição de palavras.

Você vai ver que seguindo esses passos e sugestões seus textos serão compreendidos facilmente por todos que lerem! Além disso, você será reconhecido como um profissional competente, que sabe LER e ESCREVER de verdade.

No próximo capítulo dessa “minissérie” vamos falar sobre REVISAR, o que inclui gramática, mas vai muito além disso. Esse vai ser o último artigo da trilogia e que vou revelar dicas sensacionais para você.

Depois dessa série de artigos você vai ser um profissional muito mais competente e admirado, você vai ver! Digo isso porque, acredite, essas são qualidades que faltam em muitos profissionais no mercado.

Diariamente me deparo com profissionais que são muito inteligentes, mas que possuem uma enorme dificuldade de comunicação, e isso atrapalha o trabalho e a competência deles, o que algumas vezes causam a demissão desse colaborador. 

Tenho certeza que na empresa que você trabalha já se deparou com colegas que não possuem essas habilidades e têm muita dificuldade em desenvolvê-las. É por esse motivo que muitas empresas me contratam para ministrar treinamentos aos seus colaboradores. 

Você acha que para a sua equipe ou os colaboradores da sua empresa esse treinamento seria a solução? Então vamos conversar!