Enfim 18 anos: a tão sonhada maioridade chegou!

Lembro de como desejei, com todas as minhas forças, que esse dia chegasse… os meus 18 anos!

Eu me senti muito ameaçada quando tinha dois aninhos. Achei que fosse morrer. Mas, me fortaleci e aprendi que crises vêm e vão.

18 anos é um grande marco na vida de todos. E por quê? Primeiramente porque representam lutas, conquistas e superação. Todo dia…. a cada dia.

Cada ano que comemoro meu aniversário, paro para refletir sobre minha missão. Sobre o trabalho que venho desenvolvendo e os parceiros que venho encontrando. Além disso, sobre as centenas de pessoas que tenho impactado com minha alegria, empolgação e ética para ensinar sobre Comunicação

 

18 anos Scritta

 

Eu respiro comunicação…

Eu sou comunicação… 

 

E o meu propósito é falar sobre comunicação para o maior número de pessoas e, consequentemente, transformar a vida de muitos profissionais

É o que eu sempre falo: a comunicação está em tudo e em todos, e a forma como você a utiliza está diretamente ligada à maneira como as outras pessoas o veem e à a autoridade que é atribuída a você.

Há 18 anos, eu deixei de ser um sonho da Laila e ganhei vida. O seu objetivo, desde a minha criação, já estava certo: mergulhar no mundo empresarial com a missão de ensinar sobre comunicação a partir de um viés que, até hoje, pouco (ou quase nada) é aprendido nas escolas. 

Por isso, Laila desenvolveu um método muito didático, dinâmico e objetivo para falar sobre comunicação de forma simples, prática e tangível. Ou seja, para ser posto na prática imediatamente e conquistar resultados incríveis tanto para o profissional quanto para a empresa. 

E o mais legal… o que me tornou uma empresa única foi ouvir das pessoas que eu tinha um diferencial. Sabe qual é esse diferencial? A customização.

A princípio, não entendia o significado dessa palavra, nem a relevância dessa conceito… que tolinha eu era… Mas, aos poucos, fui entendendo. Olha que madura eu estava ficando!

O objetivo da Laila e meu nunca foi oferecer cursos “de prateleira”, ou seja, cursos prontos. Queríamos identificar a fundo os problemas que eram enfrentados no dia a dia profissional a partir de uma amostra significativa de materiais que eram produzidos diariamente pelas empresas e seus profissionais.

Após essa análise, eram detectados quais aspectos estavam influenciando negativamente no sucesso e na ascensão daquele profissional em sua empresa e, só então, o conteúdo que seria trabalhado no curso era definido.

 

Noooooooossa, não era fácil. Lembro-me das noites que passamos em claro, trabalhando com análises e montagem dos treinamentos. 

De verdade, era muuuuuuito trabalhoso, mas quando percebíamos como essa metodologia de customização funcionava de verdade, nosso ânimo e vontade de fazer cresciam mais. Nossa empolgação ia às alturas!

 

Com isso, eu era cada vez mais procurada. Vira e mexe estava no topo da página do Google

Nossa, que sensacional!!! 

Na primeira vez que isso aconteceu, não me aguentei. Dava pulos de alegria! Mas a Laila, nunca deixou que isso subisse a minha cabeça. A frase era sempre: Scritta, pés no chão!

Eu cresci e mais pessoas se juntaram a mim e à Laila: agora éramos a equipe Scritta.

 

Os anos foram passando… Conheci tantas empresas… 

Foram tantos rostos diferentes, tantas pessoas em busca de conhecimento, tantos sonhos que, para serem alcançados, precisavam da minha ajuda…

 

Quanta responsabilidade!

 

Nessa trajetória tudo foram flores? Claro que que não.

E sabe por que nunca pensei em desistir? Porque não era o certo a fazer. Aqueles profissionais, aquelas empresas precisavam dos nossos treinamentos.

Nesse momento de reflexão, eu consigo entender que tudo isso me fez crescer, amadurecer e me tornar quem sou hoje.

 

Nós estudamos muito e, com o passar do aniversários, fomos aprimorando a nossa metodologia, a abordagem que era dada para comunicação. Afinal, comunicação também é ter atitude, é linguagem corporal… é poder.

Essa forma singular de falar sobre comunicação foi conquistando cada vez mais corações. Com isso, inúmeras empresas fizeram conosco uma parceria de muitos anos. Éramos praticamente família! Que coisa boa!

E sabe o que me trazia um orgulho imenso? Era perceber que os participantes entravam no curso acreditando que era uma “aula de português” e saiam de lá certos de que a comunicação bem utilizada os levaria para outro nível. 

 

Isso me emociona, me arrepia, me toca e me mostra que esse trabalho nunca poderá parar. Forte, não é?!

E hoje estou aqui para agradecer a todas as pessoas que passaram por mim ao longo desses anos. Pelos clientes que se tornaram grandes parceiros e propagadores do meu trabalho. Pelos colaboradores que se tornaram verdadeiros amigos, irmãos. Por todos que acreditaram em mim.

 

Tenho certeza de que sem vocês eu não seria quem eu sou hoje!

Que delícia é fazer aniversário. Mas os 18 anos tem um gostinho diferente. Você sabe bem disso, não é mesmo? É uma sensação única!

 

Hoje, ao assoprar as velas, qual será o meu desejo?

O que eu quero para o meu futuro?

Assoprar velas

Eu quero voar ainda mais alto, propagar os valores que construí nesses 18 anos. Além disso, quero continuar fazendo parte da vida profissional de muitas pessoas e despertando a consciência sobre a importância da comunicação..

Sei que tenho nas minhas mãos o poder de transformar profissionais e empresas. E é isso que eu quero fazer: transformar vidas.

Sou jovem, mas sou madura. Quero continuar mostrando que a comunicação pode, sim, mudar a trajetória de muitas pessoas… que a comunicação é o diferencial do mercado de trabalho. Quero continuar fortalecendo a nossa parceria.  

 

A você, que me viu crescer, sou extremamente grata por tudo que eu aprendi com você!

A você, que sempre esteve na torcida do meu sucesso, eu agradeço demais por essa força!

A você, que fez parte da equipe Scritta, saiba que você sempre fará parte da minha história!

A Laila, que me fez ser que sou hoje, minha eterna gratidão!

 

E, a você, que me conhece há pouco tempo, vamos ser amigos e construir uma linda história juntos?

 

Um grande abraço,

Scritta.

P.S.: Agora sou maior de idade! UHUUUU!